Em formação

Falar com crianças é melhor do que falar só com elas

Falar com crianças é melhor do que falar só com elas


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Há momentos da infância de minha filha que nunca esquecerei. Uma das minhas preferidas era quando, à noite, eu me sentava na beira da cama, abria um livro e contava histórias e mais histórias.

No começo foi um pouco desconfortável para mim, pois entre o trabalho e os cuidados com a minha filhinha, eu vim à noite super cansado. Ainda assim, ele leu a história para ela e ela ouviu até que seus olhinhos se fechassem.

Com o tempo, ela começou a fazer perguntas, a sugerir outros finais, a inventar outros personagens e até histórias. Foi realmente uma alegria! No final, nós dois nos divertimos.

O que pude concluir com isso é que, como nós, as crianças não gostam apenas que falemos com elas. Eles gostam muito mais se falarmos com eles. Ler uma história é mais interessante e atraente se os encorajarmos a participar, fazer perguntas, 'se vestir' como um personagem, se expressar e até mesmo fazer os 'ruídos' das histórias. É assim que o diálogo nasce.

Concordo plenamente, com pesquisas sobre comunicação com crianças, que falar com crianças estimula e melhora seu desenvolvimento cognitivo e linguístico. Essa comunicação não é alcançada apenas lendo um livro e uma história.

Interagir com as pessoas que moram com eles, seja em casa ou na escola, é ainda mais enriquecedor. Você pode conversar com seus filhos a qualquer hora, a caminho da escola ou de casa, durante o almoço ou jantar, em uma caminhada no final da tarde, jogando ou antes de ir para a cama.

Você pode conversar com as crianças sobre todas as questões que lhes ocorrem: o que elas vão vestir, como têm sido na escola, uff ... Posso pensar em muitas coisas. Quanto mais tempo as crianças passam em frente à televisão, menos tempo elas têm para interagir com outras pessoas.

Sem dúvida, a televisão é uma ferramenta que auxilia na socialização das crianças. Tudo o que vêem na TV mais tarde afeta seu relacionamento com outras crianças. No entanto, a televisão, bem como os consoles de vídeo, etc., não podem e não devem substituir uma conversa ou conversa em família.

Incentivar as crianças a falar e cometer erros ajudará no desenvolvimento da linguagem, enquanto atividades que as mantêm quietas, como ficar na frente de uma tela, podem ser contraproducentes. É melhor que as crianças tenham experiências de comunicação adequadas e saudáveis ​​desde cedo.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Falar com crianças é melhor do que falar só com elas, na categoria Diálogo e comunicação in loco.


Vídeo: Língua Portuguesa - 1º ano - 2602 (Junho 2022).


Comentários:

  1. Jacan

    Eu não entendi a conexão do título com o texto

  2. Tezuru

    O tema não é totalmente divulgado, mas a ideia é interessante. fui ao google.



Escreve uma mensagem